Folha do Juruá Cruzeiro do Sul, Acre,
Folha do Juruá Cruzeiro do Sul, Acre,
AcrePolítica

Vagner Sales não aceita nomeação de Ney Amorim como articulador político do Governo

O ex-presidente da Assembleia Legislativa, Ney Amorim (sem partido), estar longe de ter sua nomeação decretada. Isso porque tem alguém que não está nada contente com essa nomeação.

O ex-prefeito Vagner Sales (MDB) já declarou ser contra a escolha do político. Em contrapartida, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Nicolau Júnior (PP), o 1º secretário, Luís Gonzaga (PSDB) e o líder do governo, deputado Gerlen Diniz (PP), são a favor da nomeação de Ney.

O movimento a favor do ex-presidente da Assembleia se deve, principalmente, ao fato de Ney ter articulado a eleição da Aleac que resultou na eleição de Nicolau Júnior o que desagradou o MDB e alguns setores do PP. Outro fato que desagradou o MDB foi a subida de Luís Gonzaga, que ficou com o cargo cobiçado por Roberto Duarte.

Rogério Wenceslau é o porta-voz do governo, e reafirmou a decisão do governador, mas disse que ainda não há data prevista para que a nomeação seja publicada no Diário Oficial do Estado.

Vale lembrar que Ney Amorim foi eleito três vezes para deputado estadual e chegou a alcançar a maior votação para o cargo da história do Acre, com mais de 10.200 votos. O político mostrou ser um grande articulador quando foi eleito, em 2015, presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), com unanimidade dos votos.

À frente da Aleac, o deputado ganhou destaque ao conquistar críticas positivas tanto da situação quanto da oposição. Além disso, Ney estreitou as relações entre os poderes Executivo e Legislativo algo raro na política.

Da Redação

Tags : Destaque

Send this to a friend