Folha do Juruá Cruzeiro do Sul, Acre,
Folha do Juruá Cruzeiro do Sul, Acre,
AcredestaquePlantão notíciasPolicial

Funcionária da Xapuri Motors morre após acidente com jet ski, Irmã conta como ocorreu

Nas redes sociais, vários amigos postaram mensagens de apoio à família e de despedida

A jovem Maicline Costa, de 26 anos, funcionária da Xapuri Motors, morreu neste domingo (13) após um acidente entre dois jet skis no Rio Acre, na tarde de sábado (12).

Segundo informações extraoficiais, a vítima teve uma das pernas dilacerada e foi levada ao Pronto Socorro de Rio Branco, em um carro particular. Chegando ao local, foi encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde morreu horas depois.

Um familiar de Maicline, que não quis se identificar, disse que o outro condutor está fora de perigo e não está internado.

A amiga, Tatiane Barbosa, declarou em seu perfil no Facebook: “Meu coração está em pedaços, eu não consigo acreditar que você se foi, curica. Que papai do Céu te receba de braços abertos, aqui você deixará saudades eternas para aqueles que tiveram o privilégio de conviver com você”.

Irmã de jovem morta durante passeio de jet ski no rio Acre conta como foi o acidente

A irmã de Maicline, Hinauara Borges, que estava em outro jet ski com o médico Eduardo Veloso, disse que seu veículo estava parado quando Otávio decidiu fazer manobras radicais, e ao perder o controle, bateu fortemente contra eles, jogando todos na água.

“O Otávio, que estava com a minha irmã, veio muito rápido e bateu com muita força, jogando todos nós na água. Depois ele ainda disse que era para deixar minha irmã lá, e foi quando o Eduardo falou: você está doido cara! Depois ele (Eduardo Veloso) levou ela até uma lancha e conseguiu chegar às margens do rio” conta Hinauara.

Ela disse que percebeu que havia algo errado com sua irmã, após conseguir se agarrar em um galho de árvore. Segundo ela, Maicline estava desmaiada, e Otavio teria dito para eles deixarem ela dentro da água, mas o médico Eduardo Veloso teria retirado a vítima de dentro do rio e levado para a margem.

Somente quando retiraram Maicline da água é que eles perceberam que ela estava sem uma das pernas, que ficou perdido no rio Acre.

Chorando muito, Hinauara disse que sua irmã tem um filho pequeno, e pediu justiça. “Esse desgraçado fez isso com minha irmã, agora não sei o que vou fazer com seu filho, que ainda é muito pequeno”, disse ela em prantos na madrugada desta domingo (13), dentro do pronto socorro do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

 

 

Informações Contilnet

Tags : Destaque

Send this to a friend