Folha do Juruá Cruzeiro do Sul, Acre,
Folha do Juruá Cruzeiro do Sul, Acre,
EconomiaGeralMundoPlantão notíciasPolítica

Fim melancólico do Turismo no Acre diz internauta em sua pagina pessoal

Lamentavelmente fomos informados que a Pousada Ecológica do Seringal Cachoeira, de iniciativa público – comunitária, fechou suas atividades por ordem da SETUL. O sistema de arvorismo já estava fechado por falta de manutenção. Era a única pousada de floresta que tínhamos no Acre.

Em Xapuri, o museu Casa Chico Mendes encontra-se fechado por falta de quem abra suas portas para visitação. (EDITADO: Segundo a Karla Martins, da FEM, abre de segunda a sábado).

Na atual gestão do governo estadual também tivemos o encerramento da Pousada do Bom Destino. O empreendedor concessionário alegou descumprimento sistemático por parte do governo em relação às condições previamente estabelecidas (infraestrutura de acesso, energia etc) e entregou as chaves.

Os recursos do BNDES deixados em caixa na gestão Binho Marques para estruturação da Trilha Chico Mendes, se foram aplicados, não se tem notícia.

O Sitio Histórico do Quixadá está em precaríssimas condições, com museu da minissérie interditado, sem qualquer manutenção pela Fundação Elias Mansour.

O Sítio Histórico do Amapá, onde Plácido de Castro, herói da Revolução Acreana, foi alvejado e logo após veio a falecer, teve um investimento que sequer foi inaugurado e está completamente abandonado e sem acesso. E passados oito anos, a “ilha” do Lago do Amapá não teve seu processo de desapropriação iniciado no governo Binho Marques, concluído.

Nem vou comentar sobre o fechamento de vários espaços culturais ou suas precárias condições de visitação que são de demanda do turismo. Tão pouco a total ausência de ações promocionais como Press Trip e Fam Tour (mas tá certo, mostrar o que mesmo, né!?).

Ah, mas ia esquecendo, o governo atual fez o Lago do Amor …

Tags : Destaque

Send this to a friend