Folha do Juruá Cruzeiro do Sul, Acre,
Folha do Juruá Cruzeiro do Sul, Acre,
Direto de BrasíliaGeralPlantão notícias

Lula venceu o primeiro paredão no STF. E os próximos?

 

1º paredão no STF

Pode-se dizer que Lula superou o primeiro paredão no Supremo Tribunal Federal ao conseguir que o mérito do habeas corpus preventivo pedido por ele fosse analisado pela Corte que ele próprio (Lula) disse recentemente que é “acovardada”. Como no Brasil de hoje nada é como parece, o preventivo pode virar posterior, a depender dos desembargadores do Tribunal Regional Federal e do juiz Sérgio Moro.

* Eles decidirão o futuro do petista na próxima semana, eo STF só analisará o mérito no dia 4 de abril.

Indecisão  

Mais uma vez, diante da visível dificuldade de os ministros responderem, simplesmente, sim ou não, permanece uma incógnita o que acontecerá de agora em diante.

Abrindo precedentes

O tratamento cortês concedido pelo STF ao ex-presidente Lula está abrindo precedentes. O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci já pediu à presidente do STF, Cármen Lúcia, para que seu habeas corpus seja julgado no próximo dia 4 de abril, mesma data em que foi marcado o julgamento de um pedido de liberdade preventivo do ex-presidente.

* Palocci argumentou ter “prioridade absoluta” sobre Lula, uma vez que está preso preventivamente desde setembro de 2016 no âmbito da Operação Lava Jato, enquanto o ex-presidente encontra-se solto.

Desabafo de Palocci

“O Supremo criou duas categorias de cidadão: a que impetra um habeas corpus preventivo e fura a fila e a outra de quem está preso há um ano e quatro meses a espera do julgamento do mesmo recurso pelo STF”, disse o ex ministro aos seus advogados.

Repercussão

A decisão do STF de conceder liminar impedindo a prisão de Lula antes do dia 4 e o adiamento da votação sobre o habeas corpus apresentado pela defesa do ex-presidente frustraram e decepcionaram os brasileiros que acreditam na Lava Jato. Esse é o pensamento da maioria dos deputados e senadores que usaram a tribuna logo após o resultado do Supremo.

* A senadora gaúcha Ana Amélia (PP) disse que a sociedade esperava uma decisão isenta do STF no combate à impunidade, sem abrir exceções na lei para privilegiar qualquer réu. Ela alertou para a responsabilidade que recai sobre os ministros da Suprema Corte no julgamento que foi adiado desta quinta-feira (22) para o dia 4 de abril.

 ‘Felicidade comedida’

No PT, o salvo-conduto concedido ao ex-presidente Lula, que impede sua prisão até 4 de abril, foi recebido com uma “felicidade comedida”. Para o ex-ministro petista Gilberto Carvalho, amigo pessoal de Lula, o fato de terem concedido a liminar é um sinal positivo e que merece ser celebrado. Ele e outros correligionários de Lula ponderam, no entanto, que ainda é cedo dar a causa como ganha porque é impossível prever se haverá maioria para salvar Lula da prisão de forma mais duradoura.

Constrangimento        

Há três dias, a água do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, saía escura e suja das torneiras em pleno Fórum Mundial da Àgua. O problema era com a caixa d’água que não foi higienizada a tempo para o evento internacional, que está sendo organizada há quatro anos.

* Nada repercutiu mais entre os organizadores do que esse constrangimento.

Frase

“Lamentavelmente, Lula se corrompeu. Embora a defesa ínsita no ato de ofício para configuração do crime de corrupção, vale lembrar que essa questão já foi superada pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão ” – do procurador Maurício Gerum, do ministério Público Federal (MPF).

 

Por: Mariano Maciel

Tags : Destaque

Send this to a friend